05 March 2007

FOGO


À beira do fogão,
fogo a me consumir
versos talvez caiam
nestas chamas e
se arranjem em fogo vivo
dançando ao se abrir
qual ostras
e se diluam
em delícias
de outras bocas.
Saramar

Imagem: Willian Neill

1 comment:

Seth said...

Simplesmente sem igual.


Os versos desse seu novo porto estão demais.

Parabéns (e um pouco atrasado, parabéns pelo dia internacional da mulher também - quer dizer, atrasado nada, todo dia é dia de vocês, sem ser internacional ou qualquer outra coisa limitada, mas dia de vocês...)

Seth